Novo curta-metragem da Campo Cerrado tem pré-estreia na 21a. Mostra de Cinema de Tiradentes

January 22, 2018

 Foto de Leonardo Feliciano.

 

 

Estreia hoje, em competição na 21a Mostra de Cinema de Tiradentes, o novo trababalho da Campo Cerrado Produções. Confira abaixo matéria sobre "Iara" no Diário de Uberlândia (edição de 20/01/2018):

 

http://diariodeuberlandia.com.br/noticia/15267/uberlandia-tem-curta-na-21--mostra-de-tiradentes

 

 

Começou ontem e segue até dia 27 de fevereiro a 21ª Mostra de Cinema de Tiradentes e na programação que inclui 102 filmes está um curta-metragem produzido em Uberlândia. Trata-se de “Iara”, que será exibido na segunda-feira (22) no Cine Tenda. “Iara” foi uma das 10 obras escolhidas entre mais de 700 inscrições de todo o Brasil para integrar a “Mostra Foco”, única seção competitiva de curtas-metragens do festival. O filme tem direção dos irmãos Érika Santos e Cássio Pereira dos Santos, que estarão na cidade histórica mineira para a exibição.

“Foi muito emocionante receber essa notícia, ainda mais por ser minha estreia como protagonista e diretora, posso dizer que comecei com o pé direito”, disse Érika em entrevista ao jornal Diário de Uberlândia.

O filme acompanha um dia na vida de Bárbara (Érika), uma mulher de 31 anos que pega a estrada em direção à uma represa com Diana (Giovana Cordeiro), sua filha de 8 anos. Inicialmente, o filme sugere que mãe e filha vão ao campo para um passeio de final de semana. Contudo, ainda na represa, aparece uma outra mulher, interpretada pela atriz Camila Delfino, personagem que traz uma atmosfera misteriosa para a narrativa.

“Nossa família sempre teve muita ligação com a água. Saíamos juntos para acampar e pescar no Rio da Prata e eu e o Cássio sempre tivemos vontade de filmar neste ambiente. Resolvemos colocar um elemento fantasioso no meio desse roteiro e veio a Iara, a sereia”, explica Érika.

A ideia inicial era ter um protagonista masculino, mas isso mudou no meio do processo para dar mais visibilidade à mulher. Além disso, o filme aborda a temática LGBT e fala um pouco sobre diversidade e as novas configurações de família que ainda sofrem uma série de preconceitos.

Depois de Tiradentes a ideia é apresentar o filme em outros festivais no Brasil e no exterior. “Esses ambientes proporcionam encontros com outros diretores, troca de experiências e podem levar a muitas parcerias”, comentou a diretora que não descarta a possibilidade de disponibilizarem o curta na internet no futuro.

O projeto foi produzido com o incentivo do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC), da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), de Uberlândia. A realização é da Campo Cerrado Produções, empresa fundada em Uberlândia pelos dois irmãos em 2016. Com produção executiva de Bertha Ruskaia, o curta foi todo rodado em Uberlândia, às margens da represa de Capim Branco. As filmagens contaram com equipe de Uberlândia e também com alguns técnicos de Brasília e tem trilha sonora original da cantora Irene Bertachini, de Belo Horizonte. Colaboraram ainda como projeto a Close Comunicação, Imaginare Filmes, Corpo de Bombeiros e Clube do Jeep de Uberlândia entre outros parceiros.

O FESTIVAL

A 21ª edição da Mostra de Cinema de Tiradentes abriu o calendário audiovisual brasileiro de 2018 na sexta-feira e segue até dia 27 na cidade histórica mineira. Serão exibidos 102 filmes (30 longas e 72 curtas-metragens), 51 sessões e 34 debates, além de performances artísticas, oficinas, lançamentos e uma intensa agenda de encontros e discussões sobre a produção contemporânea. As atividades ocupam três importantes espaços da cidade: o Cine-Praça, o Cine-Teatro e o Cine-Tenda. Neste ano o homenageado é o ator carioca Babu Santana.

 

--

 

Para saber mais sobre esta produção da Campo Cerrado, acesse:

 

www.facebook.com/iarafilme

 

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square